O que há por trás da brilho das luzes de Natal

A origem e o significado dos enfeites natalinos evidenciam uma celebração que vai bem além do nascimento de Cristo

Vai chegando o fim de ano e você já começa a pensar em Natal tão logo o comércio começa a exibir a decoração típica dessa celebração. Com efeito, os temas se repetem todos os anos desde nossas infâncias, e de antemão, esses objetos decorativos são em geral tratados como itens que remetem ao inverno no hemisfério norte. E na verdade,  nem entendemos mais detalhadamente o que eles simbolizam.

Você já chegou a discutir sobre isso nas suas aulas de inglês?

Simbolismos que remetem à tradições ao redor do mundo

Verdadeiras tradições, de todo modo, esses simbolismos podem trazer significados mais profundos para uma festa que transcende aqueles de origem tão somente cristã.  Com efeito, há forte influência de outros festejos europeus da temporada de inverno. Entre esses casos, estão os das coroas vegetais, dos bastões de doce, estrelas meias e luzes, que criam uma atmosfera acolhedora, colorida e afetiva, que combina com a renovação de esperança que a cultura natalina pode trazer.

christmas symbols

Coroas

Os pagãos do norte da Europa, por exemplo, decoravam suas casas com rodas de folhagens para atrair o sol durante o solstício de inverno. Porém, com a conversão ao cristianismo, as coroas de sempre-vivas passaram a simbolizar com seu círculo ininterrupto o amor eterno de Deus e da salvação por Jesus.

Bastões de doces

A princípio, acredita-se que surgiram primeiro para aquietar crianças. Em 1670, o coro da Catedral de Colônia foi silenciado entre as canções com palitos de hortelã, doce popular na época. Além disso, a guloseima foi customizada no formato de gancho de cajado de pastor, referência a Jesus como “bom pastor” do seu rebanho.

Árvore de Natal

Antecipadamente, o mais provável é que venha da Alemanha do século 16 a popularização da cultura da árvore de Natal ornada com luzes. Caminhando durante a noite por uma floresta, Martinho Lutero teria se encantado com a beleza da luz das estrelas através das folhagens e  levou uma das árvores para casa. Consequentemente, lá, em função do que havia visto,  ele a decorou com velas para recriar sua visão para sua família.

Estrela

A estrela que surgiu no céu depois do nascimento de Jesus, guiando os três reis magos até sua manjedoura em Belém, lembra antecipadamente que ele é o caminho a ser seguido. Assim sendo, seja no topo das árvores de Natal ou em outras decorações, ela é um dos símbolos bíblicos mais evidentes a se difundir até por celebrações seculares.

Azevinho

Os espinhos e os frutos vermelhos da planta remetem à coroa de espinhos ensanguentada com que Jesus foi crucificado. É provavelmente o símbolo menos condizente entre todas as tradições do espírito natalino de paz e renovação. Inclusive, em algumas línguas escandinavas seu nome quer dizer “espinho de Cristo”.

Poinsétia

Também conhecida como bico de papagaio, tem sua origem como item de decoração natalino no folclore mexicano. Duas crianças, Maria e Pablo, sem dinheiro para levar presentes ao presépio de sua cidade, teriam colhido folhas bonitas no caminho. Consequentemente, quando as colocaram ao redor da manjedoura, elas floresceram em forma de estrela.

Meias penduradas

Hábito que se repete pelo menos desde 1800 teria relação com um velho sem dotes de casamento para as três filhas. São Nicolau, ciente de que o homem não aceitaria caridade, teria entrado pela chaminé da casa dele e colocado ouro nas meias de cada uma das garotas, penduradas junto à lareira para secar. Ao menos é essa a lenda que perdura.

Decoração Com Luzes

Como é inverno no hemisfério norte durante o Natal, a escuridão pede sobretudo que a decoração tenha luzes para que ela possa ser vista também à noite. Para os cristãos, entretanto, as luzes simbolizam Jesus enquanto a Luz do Mundo que veio salvar as almas da humanidade das trevas.

Presentes de Natal

Ok, essa você deve conseguir supor. Os presentes perto da árvore podem até parecer totalmente seculares, mas não demora muito para se acessar a lembrança de que os três reis magos levaram os seus para o recém-nascido menino Jesus. Embora não seja costume presentear com ouro, incenso e mirra, como eles, o sentimento e o propósito é o mesmo.

Ouropel

Um conto ucraniano diz que uma família pobre trouxe uma pinha enraizada para usar de árvore de Natal, mesmo sem recursos para decorá-la. Pois bem, durante a noite, uma aranha teceu lindas teias sobre ela e os fios ficaram prateados ao sol. No Leste Europeu ainda é comum pendurar enfeites em forma de aranha em suas árvores natalinas. O ouropel lembra a teia.

E a lenda do Papai Noel, de onde vem? Você sabe? Se não, confira aqui:

Mas se o que você quer mesmo saber de toda essa cultura natalina é como estar por dentro das maiores tendências de decoração natalina para este ano, aqui vão dez ideias:

flocked decorated christmas tree

Dez é muito pouco? Sem problema, aqui você encontra 100:

christmas decoration ideas

Nós da languagePRO desejamos a você e sua família um Natal de muita luz e harmonia. Vemos você nas suas próximas aulas de inglês!

#natal #decoração #símbolos #enfeites #tradições #cultura #aulasdeinglês #Christmas #decoration #symbols #ornaments #traditions #culture #englishclasses #languagePRO

languagePRO há 31 anos desenvolve cursos de idiomas para empresas e profissionais. Ensinamos inglês, espanhol, francês, alemão, italiano e português para estrangeiros. Nossa missão é oferecer a nossos clientes uma experiência única de aprendizagem, com cursos personalizados, inovadores e ajustados aos seus interesses; apoiados recursos tecnológicos, total flexibilidade e suporte integral,

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

    × Podemos te ajudar?