Sufixos em inglês e seus significados: Com ou sem? Cheio ou vazio?

Vamos conhecer um pouco dos sufixos e seu significados

Os imprevisíveis sufixos -ful e -less por meio de exemplos que podem ajudar você a expandir seu vocabulário de modo mais confiável

À primeira vista parece bastante simples. Você escolhe um substantivo e então acrescenta um prefixo ou sufixo nele, de modo a criar uma derivação lógica de presença ou ausência de uma qualidade, um elemento lógico, emotivo, sensorial, instintivo ou comportamental . Sem dúvida, isso funciona muitas vezes. Porém, há exceções e exemplos bem conhecidos, como os sufixos -ful e -less, que podem ajudar você a afinar seu vocabulário.

Antes de mais nada, você é capaz de reconhecer claramente prefixos e sufixos nos adjetivos estudados nas suas aulas de inglês? Se você sente que não, esta é uma boa apresentação:

 

Quando os opostos se atraem – por um substantivo

Levando isso em conta, é -ful que indica presença, fartura, enquanto -less representa ausência ou, pelo menos, insuficiência. Entretanto, adjetivos com as terminações -ful nem sempre se associam a -less, e vice-versa, o que pode gerar confusão.

Há, por exemplo, adjetivos como careful e careless (cuidadoso e descuidado), hopeful e hopeless (esperançoso e desesperado), bem como useful e useless (útil e inútil), que comprovam a versatilidade mútua desses sufixos opostos em torno de um mesmo substantivo.

Grammar on Books Display Cut-Outs - Grammar on Books Display Cut-Outs

Por outro lado, você pode dizer awful (terrível), mas não existe “awless”. Afinal, “aw” nem é um substantivo, mas sim uma interjeição, tanto de afeto, quanto de desaprovação e descrença. Já awesome (incrível, excelente) deriva de awe, um substantivo que identifica um sentimento de encantamento.

Do mesmo modo, um bairro tranquilo pode ser descrito como peaceful (pacífico), mas um violento jamais será “peaceless”. Ou ainda você pode ser  successful ou até unsuccessful (bem e mal-sucedido, respectivamente) na sua carreira, mas não tem como ser “successless”. Igualmente, sua internet pode ser wireless, mas ninguém chama a conexão por cabo de “wireful”.

Irmãos não, primos

Além disso, é interessante notar como os sufixos -less e -free praticamente se equivalem. Ainda assim, -free pode vir precedido de um hífen e costuma significar algo não permitido, como é o caso de car-free e smoke-free.

Porém, além de a denotação de ausência ser convencionada por um ou por outro dos dois sufixos, pode haver tanto o uso dos dois sufixos para o mesmo sentido, como em sugarless e sugar-free (se açúcar), quanto aqueles casos em que os dois prefixos mudam o sentido. Por exemplo, careless (descuidado) e carefree (despreocupado).

Vamos praticar?

Para finalizar, que tal aproveitar esta lição complementar às suas aulas de inglês para conferir como está seu vocabulário sobre adjetivos com sufixos -ful e -less?

QUIZ: Quem é você na hora de escovar os dentes?

Se você puder e quiser estudar um pouco mais, veja também as diferenças entre adjetivos com o sufixo ic e os que levam ical.

Bons estudos!

#adjetivos #sufixos #vocabulário #aulasdeinglês #adjectives #sufixes #vocabulary #englishclasses #languagepro

languagePRO há 31 anos desenvolve cursos de idiomas para empresas e profissionais. Ensinamos inglês, espanhol, francês, alemão, italiano e português para estrangeiros. Nossa missão é oferecer a nossos clientes uma experiência única de aprendizagem, com cursos personalizados, inovadores e ajustados aos seus interesses; apoiados recursos tecnológicos, total flexibilidade e suporte integral,

 

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

    × Podemos te ajudar?