O futuro da agricultura em Fazendas Verticais

A alimentação face ao crescimento populacional

A estimativa do crescimento populacional em 30 anos é de 2 bilhões de pessoas, atingindo 9,8 bilhões. E como fica a situação da alimentação?

Primeiramente, vamos analisar que existem formas bem mais inteligentes e eficientes de se produzir alimentos do que grandes latifúndios de monocultura: As plantações verticais.

Nem só de apartamentos e escritórios vive a verticalização na construção civil. Um tipo de estrutura ainda pouco difundido é o da agricultura vertical. Já tinha ouvido falar a respeito? Se não, que tal você levar o tema para suas próximas aulas de inglês sobre inovação nos negócios?

Origem da Fazenda Vertical

O conceito de fazenda vertical foi cunhado em 1999 pelo biólogo Dickson Despommier, da Universidade de Columbia, em Nova York. Entretanto, Dickson não foi o primeiro a idealizá-lo, já que em 1979 o físico Cesare Marchetti já havia desenvolvido algo similar.

Essa prática envolve o cultivo de alimentos em estruturas verticalmente empilhadas e inclinadas, geralmente hidropônicas, ou até mesmo integradas a outras estruturas. Em outras palavras, a ideia é uma evolução da tecnologia de agricultura em ambiente controlado, que permite ajustar todos os fatores que afetam a produção de alimentos, como por exemplo a iluminação, assim como a irrigação e o combate de pragas.

Menos sujeitas a intempéries climáticas, essas instalações podem produzir o ano todo mesmo em regiões inóspitas, por utilizarem controle artificial da luz, controle ambiental (umidade, temperatura, gases, etc.) e fertirrigação. Consequentemente, a meta é otimizar recursos e evitar desperdícios com eficiência para reduzir custos, numa atividade primordial da economia global que consome 70% dos recursos hídricos globais. Sob o mesmo ponto de vista, algumas fazendas verticais utilizam técnicas semelhantes às das estufas, que podem combinar o uso de luz solar com iluminação elétrica. Igualmente, outra inovação, a luz do sol pode ser transmitida por fibra óptica às estantes de plantas e parte do cuidado com estas pode ser efetuado por robôs.

Constate a opinião de um especialista

Especialista em plantações verticais, Stuart Oda alerta,  afirma que com o crescimento da  população da Terra para o patamar de 9,8 bilhões de pessoas, e consequentemente o ritmo atual da produção agrícola vai precisar crescer em nada menos que 70%, um enorme impacto para a economia mundial. Oda compara a produção que será necessária na agricultura dos próximos 35 a 40 anos a algo maior que o que se produziu nos últimos 10 mil anos.

Da mesma forma, outros desafios que ele aponta são contaminação de alimentos e desperdício no processo de transporte e venda. Consequentemente, a vantagem de alimentos produzidos por metro quadrado é da ordem de centenas de vezes maior.

Confira no seu Ted Talk :

5 TED Talks para aprender a falar melhor em público

Já existe na Alemanha a Association for Vertical Farming (AVF), associação sem fins lucrativos localizada em Munique. Os objetivos de seus projetos são o avanço da ciência e da pesquisa, bem como o incentivo à educação nos campos da preservação dos habitats existentes e proteção dos recursos hídricos, além de ações de caridade. A AVF até fornece gratuitamente sistemas agrícolas verticais a pessoas em condições físicas, mentais ou financeiras especiais. Dessa forma, já existem até estabelecimentos comerciais com pequenas hortas verticais.

Site: Vertical farms on the rise

Mas o que cultivar numa horta vertical?

Não imagina o que você cultivaria numa horta vertical doméstica? Que tal frutas? Ainda que as plantações verticais em geral estejam sendo usadas no cultivo de verduras até aqui, há muito espaço para inovação dos seus sistemas e consequentemente não faltam receitas que misturam esses dois tipos de alimento.

Aproveite e confira no Blog desenvolvido pela languagePRO  a origem dos nomes em inglês de algumas dessas frutas. Um pouco de etimologia, como complemento para suas aulas de inglês.

Fruits exotiques | Fruits exotiques, Fruits et légumes, Trempette ...

E, conte para nós, qual é a sua fruta preferida?

#economia #inovação #agricultura #plantaçõesverticais #english #englishclasses #economy #innovation #agriculture #verticalfarming #inglês #aulasdeinglês #languagepro

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *