Você sabe como dar gorjetas quando está viajando?

Tips on tipping

Na hora de dar gorjeta, as regras no exterior podem render constrangimentos, ainda mais numa economia em transformação. Saiba como evitar.

Já ficou na dúvida sobre se, como e quanto oferecer gorjeta por algum serviço nas suas viagens a países de língua inglesa? Um dos assuntos mais estimulantes a se estudar nas suas aulas de inglês é como agir nas mais diversas situações que envolvem viagens, sejam de negócios ou lazer. Afinal, mais que a língua, é importante conhecer a cultura e os padrões de boa educação de cada local. Tendo em vista que mais e mais pessoas hoje trabalham com serviços e de maneira terceirizada, na chamada gig economy (economia de frilas), a gorjeta pode ser um importante complemento de renda, especialmente nos Estados Unidos, onde quem presta serviços pode até ganhar abaixo do salário mínimo por conta dessa prática.

Quando viajamos, além de conhecer os monumentos, museus, praças, parques, praias, enfim tudo que uma cidade e seu país tem a oferecer, a gorjeta acaba sendo uma questão de bons modos e compreensão da etiqueta de cada cultura, conforme mostra essa reportagem da Bloomberg:

É embaraçoso definir o quanto incluir no valor do serviço, já que isso implica em como se avalia o serviço de alguém, ainda mais quando se está cara a cara com a pessoa. Mesmo em aulas de inglês para viagens o assunto não costuma ser abordado. Algumas conclusões da reportagem, porém, são mais comuns entre os especialistas em etiqueta ouvidos e reunimos aqui as dicas mais proveitosas:

1)    Em restaurantes, deixe sempre de 15 a 20% da conta, impostos inclusos. Se sua refeição for barata, não deixe menos que cinco dólares. Se for cara demais por conta do vinho, considere o valor da comida. Se a comida não estiver a contento, converse com o gerente e mantenha a gorjeta, pois não é culpa de quem serviu e fez seu serviço de acordo.

2)    Motoristas de serviço de carona, sem direitos garantidos por respaldo sindical, merecem essa mesma faixa de gorjeta, por estarem usando um patrimônio pessoal no serviço, seu próprio carro. O próprio aplicativo Uber já dispõe dessa opção.

3)    Ao se hospedar por meio de serviços de casa compartilhada, como Airbnb, assim como em hotéis, a preocupação é com o pessoal de limpeza. Você pode deixar de cinco a dez dólares, com uma mensagem simples indicando o intuito, o que pode ser até um simples thank you.

4)    Locais como cafés que usam iPads, esperando que o cliente escolha entre as opções “sem gorjeta” e outras entre 10 e 20%, são um incômodo constrangedor. Mas você pode jogar seu troco naqueles potes de coleta, como os usados para doações, que alguns estabelecimentos têm. Especialmente se você vai àquele local com alguma frequência.

5)    Troque dinheiro ao desembarcar no aeroporto. Tome um café, por exemplo. Se não tiver trocado no momento da gorjeta e estiver em condições de sacar dinheiro por perto, é possível ir buscar e voltar.

6)    Para deixar gorjeta para funcionários de hotel no checkout, vale a discrição de colocar o dinheiro num envelope e tratar como se fosse um presente – não um aparente suborno.

7)    Se o serviço te agradar bastante, deixe uma recomendação nos canais virtuais da empresa em que ou em nome de que ele foi prestado.

Vale notar que a própria palavra tip tem aqui duplo sentido. Significa tanto dica quanto gorjeta. Tipping é o ato de dar gorjeta.

Se a viagem for a negócios, é sempre bom lembrar também dessas dicas sobre como se vestir em cada país e como presentear. Confira nos blogs da languagePRO:

Dicas de como se vestir adequadamente em viagens de negócios

 

 

 

 

 

ou este blog que fala sobre as diferenças da moda entre os países

 

 

 

 

 

 

Sabe como presentear nos diferentes países? 

#english #englishclasses #travel #business #tourism #tipping #languagePRO

#inglês #aulasdeinglês #viagem #negócios #turismo #gorjeta

languagePRO há 30 anos desenvolve cursos de idiomas para empresas e profissionais.                                  Ensinamos inglês, espanhol, francês, alemão, italiano e português para estrangeiros.                                                  Nossa missão é oferecer a nossos clientes uma experiência única de aprendizagem, com cursos personalizados, inovadores e ajustados aos seus interesses; apoiados recursos tecnológicos, total flexibilidade e suporte integral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up