Falsas simetrias – os falsos cognatos na língua inglesa

Conheça as principais false friends

Palavras muito parecidas entre inglês e português nem sempre são a tradução uma da outra.

Nas suas aulas de inglês você já se deparou com palavras semelhantes a outras do português, presumiu que elas tinham o mesmo sentido e ficou sem entender a frase?

Pois bem, essa situação é mais comum do que parece. Para começar, é importante tomar nota dessas palavras até que você memorize seus sentidos com clareza e consolide seu vocabulário.

Chamadas de falsos cognatos, ou false friends, em inglês, elas englobam desde palavras mais específicas até aquelas que se usa regularmente na comunicação em língua inglesa.

Afinal, a troca de uma dessas palavras por outra com qualquer outro sentido inviabiliza a comunicação de uma ideia, por mais que o restante da frase esteja gramaticalmente correto.

False Friends | Elen Fernandes

É claro que existem vários casos de palavras traduzíveis de modo muito próximo entre as duas línguas, Como por exemplo:  important, complete, ellegant, exclusive, excellent, e  às vezes até igual: chocolate, banana, lava, animal, natural, variando apenas a pronúncia.

Porém, não há uma regra que separe esses casos das false friends. Para que você conheça parte delas, vale se organizar por classes de palavras.

 

Substantivos

Frequentemente, as false friends são substantivos. Entre os mais usados estão taxes para se referir a impostos e fees para identificar taxas.  Outro exemplo,  anthem para hino e antenna para antena, fabric para tecido e factory para fábrica, bem como balcony para terraço e counter para balcão.

É melhor, da mesma forma, que você não confunda college (faculdade) ou private school (colégio), costume (traje) com habit (costume), nem conceit (arrogância) com concept (conceito).

Tente não se esquecer de que collar (gola ou coleira) não é o mesmo que necklace (colar), que deception (engano) não é disappointment (decepção), nem tampouco diversion (desvio) é o mesmo que fun (diversão).

Assim como exit (saída) não é sinônimo de success (êxito), não existe equivalência entre agenda (pauta para discussões) e appointment book ou daily planner (agenda), nem entre lecture (palestra) e reading (leitura).

Uma library (biblioteca) não é uma bookshop (livraria), um novel (livro do gênero romance) não é uma soap opera (novela) e um notice (aviso) não é uma notícia (new).

Confusão também acontece em temas de filmes

Um exemplo traduzido de forma não literal foi o filme Operação cupido (The parent trap, EUA/Reino Unido, 1998). O título original se refere a uma armadilha para reunir o pai e a mãe de um par de meninas gêmeas idênticas.  Estas meninas foram separadas ainda muito pequenas para que cada um deles criasse uma delas em países diferentes ao se separarem. No entanto, o  plano foi descoberto,  já quase adolescentes,  ao irem para um mesmo acampamento.

Parents significam a mãe e o pai (ou adultos responsáveis pelos filhos, em qualquer formato de família), e relatives se refere a parentes.

Verbos

Por outro lado, os verbos podem render até mais confusão. Existem uns casos clássicos muito ouvidos na música, como to pretend (fingir) e to intend (pretender) ou to stand e mesmo a palavra multiuso to take para suportar, que pode inicialmente ser confundida com to support (dar apoio, incentivo).

Ao mesmo tempo, to assume é presumir e to take over é assumir um cargo, enquanto to admit serve para se assumir erros, como também para aceitar a entrada de alguém num local.

O verbo to realize significa perceber, enquanto realizar se traduz com to carry out ou to accomplish. To antecipate quer dizer prever; para marcar compromissos mais cedo, fale em to move to an earlier date (mudar para uma data mais próxima).

E embora o verbo to apply sirva como aplicar – medicações, por exemplo –, se ele vier seguido da preposição for, ele significa candidatar-se a uma posição acadêmica ou profissional.

Talvez o mais conhecido caso de falso cognato em verbos seja to push (empurrar), o oposto de to pull (puxar). Se você já se confundia com os adesivos e placas nas portas em português, o esforço deve ser duplo em inglês por conta dessa inversão.

Expressão confusa em Séries

Um exemplo disso é a expressão que deu nome à série de TV Pushing daisies: um toque de vida (Pushing daisies, EUA, 2007-2009). A expressão equivale a dizer que a pessoa está morta e seu corpo se tornou fertilizante natural das margaridas que brotaram e podem então ser empurradas para fora do solo.

Adjetivos

Ao mesmo tempo, há vários adjetivos que cobram compreensão precisa para  se evitar mal-entendidos. Será que você já aprendeu nas suas aulas de inglês que exquisite (refinado) não é sinônimo de weird (esquisito), que comprehensive (abrangente) não é understanding (compreensivo) ou que ingenious (criativo) não é ingenuous ou naive (ingênuo)?  Fácil confundir, não?

Quando você estiver com mais idade, é provável que queira se aposentar.  Pois bem, retired (aposentado) não tem relação com withdrawn ou removed (retirado).

Parece ser a opção mais sensata para a velhice, certo? Pois sensata em inglês se diz sensible, ao passo que sensível se traduz com a palavra sensitive – e uma pessoa que afirme sensitiva por ter poderes mediúnicos é uma psychic, o que não é um adjetivo.

Letras de música

Outro exemplo que é recorrente em letras de música e nomes de filme é o adjetivo brave (corajoso, destemido). Até existe o substantivo bravo para esse sentido em português, mas como adjetivo essa palavra soa mais como bravo, angry em inglês, alguém que perdeu a paciência e se irritou.

Na música que Josh Groban intitulou como Brave ele certamente se refere a corajoso mesmo.

Por fim, vale ressaltar que você ainda encontra vários outros exemplos de false friends, aqui estão apenas alguns. Seu vocabulário ganha mais precisão quando você estuda essas diferenças, o que torna mais ligeiro o processo de ativação mental das duas línguas.

E então? Quais outras false friends você consegue lembrar das suas aulas de inglês?

#vocabulário #falsoscognatos #inglês #português #substantivos #adjetivos #verbos #aulasdeinglês #vocabulary #falsefriends #English #Portuguese #nouns #adjectives #verbs #englishclasses #languagepro

languagePRO há 31 anos desenvolve cursos de idiomas para empresas e
profissionais. Ensinamos inglês, espanhol, francês, alemão, italiano e português para estrangeiros. Nossa missão é oferecer a nossos clientes uma experiência única de aprendizagem, com cursos personalizados, inovadores e ajustados aos seus interesses; apoiados recursos tecnológicos, total flexibilidade e suporte integral,

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

    × Podemos te ajudar?