Com os próprios passos

O que você faz para ter autonomia nos estudos?

Autonomia para complementar suas aulas de inglês com estudos adicionais requer, antes de mais nada, disciplina, além de saber também com quais recursos contar.

Quantas vezes por semana você assiste a suas aulas de inglês? Uma? Duas? Mais? Dependendo da sua necessidade, as horas de aula são pontos de partida para outras adicionais de estudo em casa, longe de seu professor ou sua professora, quando você depende ainda mais da sua disponibilidade de tempo, interesse,dedicação, assim como disposição física e mental e claro, recursos que tornem sem aprendizado mais eficiente e proveitoso.

Como já diz o ditado, a necessidade é a mãe da invenção, ou seja,  a demanda por material de apoio para estudos independentes de inglês ou outro idioma sempre tem criado aliados valiosos na continuidade do aprendizado durante as aulas.

E quais fontes de informações escolher?

Sob o mesmo ponto de vista do ditado, uma das principais recomendações para quem busca autonomia nos estudos independentes de inglês ou outro idioma é ter claras quais fontes de informação podem ser da sua confiança. Portanto, reunimos algumas dicas que podem ajudar você e acelerar seu rendimento nas aulas de inglês. Há de se notar as diferenças entre as habilidades passivas (reading e listening) e as ativas (writing e speaking). Como a habilidade sempre descrita como mais necessária e desafiadora é a do speaking, confira as várias dicas deste nosso post anterior bem completo, algumas das quais retomadas aqui:

Como desenvolver as quatro habilidades para ter domínio de um idioma

Quanto às quatro habilidades necessárias para ter bons conhecimentos de um idioma, considere as seguintes dicas, sempre seguidas de recursos online do British Council e da Cambridge University para você aproveitar no seu estudo em casa:

1. Reading

  • Crie o hábito da leitura em inglês ou em qualquer outro idioma que esteja estudando.
  • Procure assuntos úteis para o seu trabalho ou interesses profissionais e acadêmicos, assim como os que abordarem seus hobbies e paixões pessoais, consequentemente o ideal é encontrar assuntos que te instinguem.
  • Faça anotações de palavras relevantes novas, idealmente agrupadas por assunto ou tipo de palavra (substantivos, verbos, adjetivos, etc), de modo a ter uma referência independente organizada enquanto estudar em casa.
  • Use um dicionário no idioma (como por exemplo  inglês-inglês), há vários gratuitos online. No entanto, aconselhamos priorizar a compreensão geral dos textos e frases, sem tornar a procura de significados uma obsessão. Veja quais são realmente necessárias ao fim da sua leitura, que não deve ser interrompida a cada palavra nova.
  • Em caso de preparação para exames, adquirir rapidez de leitura, compreensão e localização de trechos do texto é fundamental.

Seguem algumas dicas sobre Reading

A. British Council

British Council abre inscrições para novos workshops do programa ...

B. Cambridge Assessment English

Cambridge Assessment English | LinkedIn

 

2. Listening

  • Assista a séries de TV ou filmes, ouça músicas, jogue videogame.
  • Procure ouvir inglês ou qualquer outro idioma que esteja estudando em toda fonte de informação que você considerar útil ou prazerosa. Nesse sentido, noticiários e talk shows têm a vantagem da voz quase sempre isolada sem sons adicionais de fundo, consequentemente  facilitando a compreensão. A notícias ainda contam com a vantagem de imagens ilustrativas e algumas legendas que colaboram para deixar assuntos e situações mais claros.
  • No entanto, autonomia não é desamparo. Tome notas de ideias e palavras mais importantes para futuras consultas, organizadas por ordem de abrangência: tema ou situação geral, aspectos específicos e, por fim, detalhes.
  • Há também livros didáticos que trazem a transcrição dos áudios usados em aula, que vêm num CD/DVD encartado, portanto vale ouvir novamente os diálogos das aulas. Ter as situações claras permite focar em pronúncia, entonação, Após praticar a escuta sem leitura, você pode conferir o que foi dito por escrito e aprimorar sua percepção de pronúncias das palavras e diferentes sotaques.

Seguem algumas dicas sobre Listening

A. British CouncilBritish Council abre inscrições para novos workshops do programa ...

 

B. Cambridge Assessment English

Cambridge Assessment English | LinkedIn

3. Writing

  • Antes de mais nada, é preciso ter claro que cada tipo de texto traz suas demandas específicas, o que pede referências de modelos ou textos semelhantes aos que você precisa desenvolver, para te familiarizar com palavras, estruturas e tom da interação.
  • Frases mais curtas evitam que você se perca em relação a clareza e que você erre nas concordâncias. Nesse sentido, as práticas online independentes são bem proveitosas.
  • A pontuação pode mudar todo o sentido de uma frase, portanto cuidado, revise seu texto sempre quando estudar em casa.
  • Pense sempre em quem vai ler seu texto, logo escrever em sequência linear de acontecimentos permite uma compreensão gradual e mais clara.
  • Além disso, como é improvável uma ferramenta online que corrija suas redações inteiras de maneira atenta, detalhada e confiável, vale sempre lembrar que, além das redações propostas no material didático das suas aulas de inglês, a languagePRO oferece o writing coach, que é um programa de apoio complementar com uma professora dedicada a ler suas redações, corrigir, fazer apontamentos e  consequentemente ajudar você a aprimorar sua escrita cada vez mais.

Seguem algumas dicas sobre Writing

A. British CouncilBritish Council abre inscrições para novos workshops do programa ...

B. Cambridge Assessment English

Cambridge Assessment English | LinkedIn

 

4. Speaking

  • Em inglês, atenção à sílaba tônica das palavras, pois elas podem mudar sentidos e até ficarem incompreensíveis para o seu ouvinte, se não forem respeitadas.
  • Antes de mais nada, cada vez que você acessar um dicionário online e ouvir a(s) pronúncia(s) da palavra, repita até se sentir confortável com ela(s).
  • Gravar sua própria voz e comparar a um exemplo de áudio original pode ajudar a polir cada vez mais a qualidade da sua pronúncia.
  • Tente memorizar expressões e ideias curtas com mais frequência do que apenas palavras isoladas, pois o contexto ajuda e fica mais fácil de aplicar com mais autonomia depois.
  • Use trechos de vídeos, filmes, séries e músicas que você compreenda bem e, caso precise, aqueles que venham com legendas em inglês ou no idioma que está estudando para repetir, grave sua voz para comparar aos sons originais.
  • Do mesmo modo, é válido tentar reproduzir segmentos de frase com algumas palavras, atentando-se à forma de unir o fim de palavras e início das seguintes como fazem o native speakers, de forma a buscar engrenar melhor sua fluência.
  • Por outro lado, escolher um sotaque de referência, como o britânico ou o americano, ajuda a evitar confusões. Há palavras faladas de modo diferente entre os dois.

Seguem algumas dicas sobre Speaking

A. British Council

British Council abre inscrições para novos workshops do programa ...

B. Cambridge Assessment English

Cambridge Assessment English | LinkedIn

E nunca se esqueça de valorizar cada avanço na evolução do seu inglês ou de qualquer idioma que esteja estudando. Você merece!

Bons estudos!

#estudaringlês #estudoemcasa #autonomia #dicas #aulasdeinglês #studyingenglish #studyingathome #autonomy #tips #englishclasses #languagepro

languagePRO há 30 anos desenvolve cursos de idiomas para empresas e
profissionais. Ensinamos inglês, espanhol, francês, alemão, italiano e português para estrangeiros. Nossa missão é oferecer a nossos clientes uma experiência única de aprendizagem, com cursos personalizados, inovadores e ajustados aos seus interesses; apoiados recursos tecnológicos, total flexibilidade e suporte integral,

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *