AMERICANOS X BRITÂNICOS

Diferença entre palavras entre o inglês americano e o britânico

Nem sempre eles se entendem. Conheça as palavras diferentes que Inglaterra e Estados Unidos usam para um mesmo significado.

Quando você estuda vocabulário no seu curso de inglês, você pode perceber que nem tudo que se fala na Inglaterra é entendido da mesma forma nos Estados Unidos. Além das diferentes pronúncias para mesmas palavras, o que ajuda a caracterizar o sotaque de cada país, também dá para diferenciar o inglês americano do britânico pelo vocabulário. Afinal, existem termos distintos entre os dois países que se referem a uma mesma ideia. Portanto, para quem tem inglês fluente, esta percepção entre as diferenças culturais, torna-se natural.

Já percebeu como, mesmo no Brasil, quem fala inglês fluente costuma escolher um dos dois sotaques?  Ainda assim, mesmo pronunciando as palavras com o sotaque de um ou de outro, se você usar certas palavras que não pertençam à terminologia daquele país,  é possível que um inglês ou um americano se confunda numa conversa por conta dessas diferenças de vocabulário.

Embora exista uma quantidade de palavras muito grande, vamos exemplificar este texto:

1) check X bill

Não é necessariamente algo limitante pelas definições de dicionário, mas americanos costumam pedir a conta do restaurante ou bar se referindo a check, enquanto os britânicos dizem bill.

Já a palavra bill  é  usada nos dois países quando se  trata de contas a serem pagas, como por exemplo a de serviços públicos.

Ex:  A. Could I have the check, please?  /  Could I have the bill, please?

        B. Have you  paid the electricity bill ?

2) guy X bloke

A gíria mais comum usada para tratar homens, o que no Brasil equivaleria na maioria das regiões a “cara”, difere nos dois países, embora existam outras. “Os caras” seriam traduzidos por the guys nos Estados Unidos e the blokes na Inglaterra. Americanos já informalizaram o termo guys a ponto de tratarem assim inclusive grupos mistos ou compostos apenas por mulheres.

Ex: What a nice guy!  /  Jake’s a nice  bloke.

3) truck X lorry

Caminhão é mais conhecido como truck por estudantes de inglês no Brasil, mas no Reino Unido é a palavra lorry que identifica esse tipo de veículo. Em caso de negociações de logística naquele mercado, fica essa primordial referência. Nos Estados Unidos, veículos utilitários como picapes também podem ser tratados simplesmente por trucks, simplificação de pickup trucks.

4) crosswalk X zebra crossing

Elemento obrigatório de qualquer paisagem urbana, a faixa de pedestres traz a ideia de cruzamento (cross) e passagem (walk) destacada por americanos, enquanto as listras de seu desenho são claramente caracterizadas pelos britânicos, que as comparam às de uma zebra, num termo que poderia ser literalmente traduzido por cruzamento zebrado.

5) sidewalk X pavement

A calçada é sempre a parte lateral em relação a ruas e avenidas, então os americanos criaram o termo literal unido side (lado) e walk (passagem). Na Inglaterra se convencionou se referir às bordas das vias públicas como pavement, pavimento, por ser o revestimento da superfície por onde se pode caminhar.

Ex: Be careful walking on the sidewalk / The pavement has to be clear.

6) elevator X lift

Palavra de fácil assimilação para quem fala português, por causa da semelhança com a tradução, elevator deriva do verbo elevate, enquanto lift equivale ao verbo de idêntica grafia e pronúncia. Os dois verbos significam elevar*.

7) diaper X nappy

Mães e pais de crianças pequenas podem até confundir a equipe de vendas de qualquer farmácia se não ajustarem o vocabulário conforme o país de língua inglesa em que estiverem. Na hora de comprar fraldas para o bebê, americanos vão poder atender melhor clientes que pedirem diapers. Nas farmácias inglesas, o pedido é mais facilmente atendido se for por nappies (forma plural irregular de nappy).

8) O andar térreo dos prédios é first floor para americanos e ground floor para ingleses.

Só não vale tornar essa curiosidade uma preocupação durante sua aula de inglês. Conforme nota o British Council, “americanos e britânicos geralmente podem se comunicar sem muita dificuldade, por isso não seja muito duro consigo mesmo se não conseguir memorizar as nuances dos dois idiomas”

Acesse artigo completo:

Se você quiser se aprofundar mais, vale conferir os comentários bem humorados de um britânico sobre outras diferenças de vocabulário, nessa inusitada aula de inglês no blog desenvolvido pela languagePRO.

#english #vocabulary #USXUK #culturaldifferences #languagePRO

#inglês #diferençasculturais #estadosunidos #reinounido #vocabulário

languagePRO há 30 anos desenvolve cursos de idiomas para empresas e profissionais.                                  Ensinamos inglês, espanhol, francês, alemão, italiano e português para estrangeiros.                                                  Nossa missão é oferecer a nossos clientes uma experiência única de aprendizagem, com cursos personalizados, inovadores e ajustados aos seus interesses; apoiados recursos tecnológicos, total flexibilidade e suporte integral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up