Abba para o século XXI – Avatares

Grupo sueco Abba para o século XXI

 Ao lançar seu primeiro álbum em 40 anos, o lendário grupo pop sueco ABBA aposta na tecnologia com uma turnê de shows de avatares

No entanto, se você não conheceu o ABBA em seu auge, nos anos 1970, seus pais certamente poderiam te contar. Acima de tudo, essa é uma das bandas mais populares da época, daquelas com discografias que são verdadeiras aulas de inglês.

Com efeito, suas músicas até hoje ressoam nas rádios, filmes, séries e em qualquer recanto da cultura pop. Liderada por um quarteto sueco composto por Agnetha Fältskog, Anni-Frid Lyngstad, Benny Andersson e Björn Ulvaeus, ela está de volta e acaba de anunciar seu primeiro álbum inédito de estúdio em 40 anos.

Show revitalizado

Chamado de ABBA Voyage, a apresentação está prevista para acontecer em 5 de novembro.  Após o lançamento, haverá  shows onde avatares virtuais dos quatro principais integrantes. Na verdade, eles não só tocarão seus clássicos, como também as faixas do novo disco, nascido da ideia de lançar apenas duas novas.

O álbum acabou por incluir dez delas. Além disso, nas apresentações elas vão se somar a sucessos conhecidos há décadas, como The winner takes it all, Dancing queen, Mamma mia e Waterloo.

BBC News – Wikipédia, a enciclopédia livre

Aperitivos

De antemão, duas das novas faixas já estão disponíveis e podem ajudar você a praticar sua escuta e dicção para além das suas aulas de inglês. Uma é a balada I still have faith in you.  Esta música  celebra a parceria e a amizade dos quatro membros da banda com um videoclipe repleto de imagens de época e espírito nostálgico.

Por sua vez, a mais animada Don’t shut me down até faz pensar em como o ABBA desde a era disco até hoje incendeia pistas com Dancing queen, mas a letra fala de uma mulher que volta à casa de um antigo amor:

À prova do tempo

Não se surpreenda se elas e pelo menos boa parte das oito adicionais figurarem no alto das paradas de sucesso. Engana-se, no entanto,  quem pensa que os 40 anos sem gravar fizeram da banda uma mera relíquia do passado.

Afinal, o disco de coletânea Abba Gold simplesmente está há um recorde de mil semanas na parada do Reino Unido. Consequentemente, este fato equivale a 19 anos e 12 semanas no Top 100. Desde 1992, ele já vendeu 5,61 milhões de cópias, só perdendo para o álbum Greatest Hits da banda inglesa Queen.

Há quem diga que os suecos teriam recusado um bilhão de dólares para realizar uma turnê em 2000. Por outro lado, estrategicamente pensado para aproveitar as vendas de Natal, o novo álbum não vai deixar de contar com uma faixa de temática natalina. Você pode acompanhar os lançamentos das novas e futuras faixas pelo canal da banda no Youtube:

 

Show virtual

Além de todo o inusitado desse retorno, a banda ainda prepara um show virtual, batizado Abba Voyage, a partir de 27 de maio próximo, para exibição presencial numa arena especialmente criada para o evento em Londres. Dessa forma, serão seis apresentações noturnas semanais de versões digitalizadas dos integrantes da banda, os “Abba-tars”. Um conjunto de dez músicos os acompanhará ao vivo na setlist de 22 sucessos.

Desenvolvidos pela Industrial Light and Magic, de George Lucas, criador da saga cinematográfica Guerra nas estrelas (Star wars), os “Abba-tars” reprisam as figuras jovens de Fältskog, Lyngstad, Andersson e Ulvaeus, hoje na faixa dos 70 anos.

Para a execução deste evento um time de mais de 850 pessoas com 160 câmeras atuou nessas animações hiper-realistas a partir da captura de diversos de seus movimentos por scanner. Para tanto, a banda passou cinco semanas tocando o setlist diante das câmeras.

Ícone cultural

Apesar do grande sucesso dos anos 1970, é contudo nos anos 1990 que o ABBA começou a reverberar culturalmente para além da indústria fonográfica. Em 1994, dois filmes australianos de sucesso ajudaram a dar esse impulso inicial. As aventuras de Priscilla, rainha do deserto (The adventures of Priscilla, Queen of the desert), de Stephan Elliott juntamente com  O casamento de Muriel (Muriel’s wedding), de P.J. Hogan.  trazem canções da banda sueca em suas trilhas sonoras.

Sucesso também no teatro

Baseado nas letras de canções de sucesso do ABBA, o musical Mamma mia! estrearia no West End londrino cinco anos depois, a partir de uma colaboração com Andersson e Ulvaeus. Assim como também na Broadway em Nova York, estreado em 1999.

Em 2008, ele se tornou filme, Mamma mia: o filme (Mamma mia!), dirigido por Phyllida Lloyd e estrelado por ninguém menos que Meryl Streep. Desse modo, o sucesso só se expandiu. Consequentemente, uma sequência, Mamma mia! Lá vamos nós de novo (Mamma mia! Here we go again), de Ol Parker, chegou aos cinemas uma década depois.

Buy Encyclopaedia Britannica Book Online at Low Prices in India | Encyclopaedia  Britannica Reviews & Ratings - Amazon.in

E você? Qual banda você gostaria de ver de volta à ativa lançando novos discos?

#cultura #culturapop #músicapop #anos70 #shows #abba #lançamento #cinema #aulasdeinglês #culture #popculture #popmusic #seventies #concerts #release #englishclasses #languagepro

languagePRO há 31 anos desenvolve cursos de idiomas para empresas e
profissionais. Ensinamos inglês, espanhol, francês, alemão, italiano e português para estrangeiros. Nossa missão é oferecer a nossos clientes uma experiência única de aprendizagem, com cursos personalizados, inovadores e ajustados aos seus interesses; apoiados recursos tecnológicos, total flexibilidade e suporte integral,

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

    × Podemos te ajudar?