DNA DA LÍNGUA INGLESA

Já parou para se perguntar de onde e como surgiu a língua inglesa? Parte das origens dela podem te surpreender.

Eis um assunto que dificilmente vai ser abordado nas suas aulas de inglês e, por isso mesmo, merece uma leitura.    A história da língua inglesa é um capítulo amplo e múltiplo de séculos da história da humanidade inteira. Entretanto, como seu uso prático é a maior necessidade de quem estuda a língua, seus aspectos históricos configuram uma curiosidade à parte. A língua é um código vivo, que sempre se atualiza, influencia e reflete a cultura no seu sentido mais amplo. A languagePRO já abordou este  assunto em um blog anterior que discorre sobre as línguas faladas em todo o mundo (em inglês):

O inglês é um dos idiomas indo-europeus e, dessa forma, tem relação com grande parte das outras línguas faladas na Europa e no oeste asiático. Surpreendentemente, a base para a língua que você estuda hoje nas suas aulas de inglês tem cerca de seis mil anos e era chamada protoindo-europeia. Era através dela que se supõe que nômades das planícies do sudeste da Europa se comunicavam, conforme apresenta essa animação:

Embora hoje a língua inglesa compartilhe várias palavras com idiomas neo-latinos, como o francês, o espanhol e o italiano, essa influência começou com a invasão normanda da Inglaterra em 1066. Assim, o francês falado pelos normandos transformou o que passou então a ser chamado de inglês antigo, aquele que é falado na saga Beowulf. Era uma língua que pertencia à família germânica de dialetos, trazidos nos séculos V e VI pelos anglos, os saxões e o jutos. Eles são chamados de forma conjunta de anglo-saxão. Por conta disso, o inglês antigo guarda semelhanças com o alemão atual.

A INFLUÊNCIA VIKING

Invasões vikings nos séculos VIII e XI trouxeram outras influências das antigas línguas nórdicas. Palavras iniciadas em “sk”, como skirt (saia) e skull (crânio), são exemplos dessa fase da história do inglês. Muitas outras, mais antigas, tiveram a grafia alterada para “sh”. O inglês, assim como o sueco e o alemão, entre outras línguas, deriva também de um ancestral em comum, o proto-germânico (500 A.C.).

Anterior ao protogermânico, o idioma protoindo-europeu é a referência mais antiga da história da língua inglesa que pesquisadores puderam rastrear até aqui. Três bilhões de pessoas hoje falam línguas descendentes dele. Várias línguas européias e asiáticas derivam desse antigo código linguístico. Portanto, sim, ainda que distantes, há laços de ancestralidade até entre o inglês e o híndi e o persa. Com toda essa bagagem, o inglês substituiu o idioma celta no território onde hoje está a Inglaterra.

LINKS INTERESSANTES EM INGLÊS

Quer saber mais? Então, confira os links abaixo em inglês:

Enciclopedya britannica:

ou ainda no artigo da Merriam-Webter

 

#english #englishclasses #languages #history #languagePRO

#inglês #aulasdeinglês #línguas #história

languagePRO há 30 anos desenvolve cursos de idiomas para empresas e profissionais.                                  Ensinamos inglês, espanhol, francês, alemão, italiano e português para estrangeiros.                                                  Nossa missão é oferecer a nossos clientes uma experiência única de aprendizagem, com cursos personalizados, inovadores e ajustados aos seus interesses; apoiados recursos tecnológicos, total flexibilidade e suporte integral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up