Dominar a complexa língua portuguesa não é uma tarefa fácil. Sem falar da grafia que, dependendo do termo, pode gerar dúvidas de compreensão da mensagem.

Listamos alguns equívocos corriqueiros.

1  / A / À

O uso do ,  verbo haver, que é um verbo Impessoal, sem sujeito,  assumindo a 3ª pessoa do singular é utilizado no sentido de:

A – Sinônimo de Existir

Exemplos:                                                                                                                                                                                                                            1) nesse shopping pelo menos uma loja que vende celular.

2) No relatório que recebi vários itens que desconheço.

B – No sentido de passar-se, ter ocorrido (equivalente a FAZ)

Exemplos:                                                                                                                                                                                                                              1) 2 anos foi decidido que todas as reuniões seriam documentadas por email.                                                               2) anos que ela não participa de nossa reunião.

A palavra “A” pode ser empregada como:

A –  Artigo definido

Exemplo:                                                                                                                                                                                                                         Minha colega disse que irá trazer a agenda na próxima reunião

B – Preposição essencial – ela é invariável e tem como função ligar dois termos entre si, indicando várias noções a partir de seu emprego, tais como:

  • Noção de distância. Exemplo: O escritório novo está a apenas 2 km de distância da sede.
  • Noção de tempo (futuro). Exemplo: Avise o Pedro que irei para a reunião daqui a pouco.
  • Noção de modo. Exemplo: Este terno foi lavado a seco.

O uso do À (com acento grave), é a junção do artigo feminino A + a preposição A  = crase.

Exemplo:                                                                                                                                                                                                                               Fui à farmácia (Dica: substituir a crase por “ao” e o substantivo feminino por um masculino, caso essa preposição seja aceita sem prejuízo de sentido, então haverá crase: Fui ao supermercado)

 

2 – RATIFICAR / RETIFICAR

As palavras são parônimas, ou seja, possuem a grafia e pronúncia parecidas, mas significados diferentes.

RATIFICARsignifica confirmarreafirmar, comprovar ou validar algo. O sentido será sempre de confirmação, aprovação ou concordância.

Exemplos:                                                                                                                                                                                                                         1) Helena ratificou os seus argumentos. (confirmou)

2) Ratifico tudo o que ela afirmou. (reafirmo)

3) Os fatos ratificaram nossas previsões (comprovam)

4) A ratificação do Tratado foi feita através de referendo popular (validação)

RETIFICAR – tem diversos sentidos dependendo do contexto em que é aplicado, mas normalmente costuma significar corrigir ou emendar.

Exemplos:                                                                                                                                                                                                            1)Devemos retificar os dados da empresa (corrigir)
2) Nossa análise foi ratificada como esperávamos (corrigida)

 

3 – HÁ DOIS ANOS  / HÁ DOIS ANOS ATRÁS

A expressão “há dois anos atrás” não pode ser utilizada. O verbo haver impede o uso da palavra atrás sempre que estiver relacionado a tempo, à ação que já se passou.

Há, portanto, duas formas corretas para a frase:

Eu a vi há dois anos ou Dois anos atrás eu a vi.

 

4 IR DE ENCONTO  / IR AO ENCONTRO 

Estas locuções tem significado totalmente opostos.

Ir de encontro a  tem significado de “contra”, “em oposição a”, “para chocar-se com”.

Exemplos:                                                                                                                                                                                                                           1)  Nossos interesses vão de encontro com o que foi pedido. (Nossos interesses são contrários ao que foi pedido)

2) O projeto apresentado pela diretora de marketing vai de encontro as expectativas da empresa. (contra)

Ao encontro de é uma expressão usada para indicar concordância, estar de acordo com, favorável a

Exemplos:                                                                                                                                                                                                             1)Nossos interesses vão ao encontro do que foi pedido. (Nossos interesses concordam com o que foi pedido)

2) O projeto apresentado pela diretora de marketing vai ao encontro das expectativas da empresa. (a favor)

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up